quarta-feira, 15 de julho de 2009


A dor vai se espalhando lentamente,
Tomando cada espaço vago dentro do peito.

Espaço pequeno este,
Já que quase tudo está ocupado pela tua presença.

Uma presença ausente,
Mas que preenche de maneira completa e absoluta
Cada pedaço meu...!


Ni...

8 comentários:

Elias Júnior disse...

Sempre apaixonante...


beijo

Carolda disse...

"Uma presença ausente", sei bem como é isso. Que chato.
Lindo, aliás.
;*

Felipe Braga disse...

Não é por acaso que fico feliz sempre que venho aqui. Teus textos são bons demais.
Parabéns.

[P.!] disse...

e como isso dói... sinto o mesmo.

Antonio disse...

A imagem, a música, o texto, tudo se integra de uma forma que só vc sabe construir. Chego a sentir como se essa dor fosse minha. Vir aqui me ajuda a encurtar a distância e amenizar a saudade.
E me despeço do anonimato.
Beijo, querida NI

Rosana Dorta disse...

Sempre que visito seu blog parece q estou vendo a minha vida nele, passo por isso tbém, uma pessoa tão perto e ao mesmo tempo longe.

Bjs.

Teu Olhar... disse...

oii Ni...

eu adoro vir aqui te ler, vc tem rastros lindos...e alguns rastros são tão nossos tbm, não é mesmo??

beijo, querida
ótimo fim de semana

Jaya disse...

Eu já me doí assim, Ni. E achava bom. Sentir é sempre bom.

Beijos, moça.

E mais outro.