quinta-feira, 4 de junho de 2009


Tentando me definir, descubro que...

...Sou uma amiga presente em cada ocasião.
...Sou uma menina crescida que ainda chora de saudade.
...Sou uma mulher ardente que, em teus braços,
vibra de paixão.
...Sou um botão que a cada dia entreabre um pouco mais.

Enfim...
...Sou uma infinidade de coisas
abrigadas em um só coração...!


Ni...

6 comentários:

Anônimo disse...

Querida NI,

Me identifiquei muito com esse texto, percebi que somos muito parecidos mas ainda me falta TER essa mulher que, em meus braços, vibre de paixão...
Bom vir aqui de vez em quando e deixar uns rastrinhos também.
Bom fim de semana
Beijo carinhoso

sel disse...

Lindo!muita poesia ae heim...adorei,bjos!

Aline Romero disse...

Adoro essa coisa mágica de ser.
Ser isso tudo se une e se resume nisso: ser voce.
=)

Felipe Braga disse...

Teus textos são maravilhosos.
Tua arte é muito bela.
Parabéns.

marga disse...

Ni.. sempre com esse dom extraordinário. Parabéns amiga, por esse jeito de ver e espetacular que emocionam.. esse seu lirismo, beleza e simplicidade!!! bjooooooo

Jaya disse...

Coração alado. Porque tudo é leveza. E ele acaba voando, no fim. Sinto assim. Você.

Beijo, Ni. Montes de beijos!