terça-feira, 20 de maio de 2008



Saudade.
Vontade doída de estar junto.
Necessidade intensa da tua presença.
Ausência que machuca o coração.

Como conviver com esta distancia?
Como aprender a resistir as lágrimas que
Teimam em cair quando te tenho longe de mim?

Desenvolvi uma raiva intensa desses odiados
Quilômetros que te mantêm longe dos meus braços.
Que me privam do prazer do seu corpo quente.

Sinto um oceano entre nós...

Queria ser mágica, para piscar,
E em um vôo de segundos, me sentir grudada em você.

12 comentários:

Clecia disse...

Oi, tudo bem? Amei seu blog. Gostei demais deste poema sobre a saudade. E amei a música que acompanha. Um abraço e boa quarta!

Ni ... disse...

Obrigada Clecia, fui até o seu cantinho e tb gostei demais. Volte sempre que será bem vinda. Beijo...

Bárbara M.P. disse...

Olá querida,

Tenho um amigo que sempre diz que saudade é bom demais - se sentida a dois...

Esse blog é um tesourinho mesmo. Me diz em qual outro lugar pode-se deliciar a vista e o coração com palavras assim?!
Agora, Maria Bethânia já é judiar... bom demais..


Um ótimo final de semana, Ni.
Bárbara

Patrícia disse...

Ola querida...
Sei bem como é sentir saudade, esses dias mesmo esta eu tomada da saudade!
As vezes dolorida, as vezes gostosa!
Mas sentir saudade é bom, ninguém tem saudade do que não gosta ou do que nunca perdeu... por isso, sinta saudades!
Passe em meu Doce Cantinho, tenho 4presentinhos pra ti
Beijos

Lela disse...

Que texto lindo!!! A música ficou perfeita com o texto...
Um delicioso feriadão prá vc...
Beijo

Camilinha disse...

eu tambem queria ser mágica...


beijos daqui...

Michele disse...

Oi, Ni!

Nem sempre a saudade é ruim! É bom sentir a falta quando sabemos que ela será silenciada logo pela manhã, quando ela acompanha alguma certeza. Agora sentir a ausência assim, pode ser mesmo muito ruim!


Um beijo e bom feriado, querida!

Ni ... disse...

Bárbara...
Seu carinho é bom demais moça... obrigada!! Beijo


Patrícia...
Fiquei emocionada com tantos mimos... Obrigada por estar sempre pertinho moça... beijo


Lela...
Fico feliz por ter te reencontrado e não vou mais deixar você fugir de mim... rs... beijo


Camilinha...
A primeira que descobrir conta pra outra... rs... beijo

Michele...
Matar a saudade é melhor ainda... rs... Beijo lindona.

Cris... disse...

Ah amiga! Posso pular esse? Putz, nem quero falar em saudade... Senti tanto que anestesiei... rs! Mais outro beijo! rs

Suggarlife disse...

É NI, a saudade é um mistério absoluto rsrsr. A gente nasce e sente saudade lá de onde veio; a gente morre e o coração teima em voltar. Estamos juntos, queremos ficar longe; estamos longe, sentimos saudade rsrsr. A mim parece que a saudade é uma forma de medo...medo de que aquilo que acreditamos ser ouro seja nada, comparado ao tanto de ouro que virá...a gente tem muita bala no coldre rsrsrsr. Beijos

sel disse...

Oi,Ni,saudade sempre a rondar cada passos de nossas vidas,mas pergunto-me ás vezes,como seriam as coisas sem saudade?bjos!!!

marga disse...

Tenho algumas saudades presentes em minha vida e, como dizem, relembrar é viver... rsrs
A cada instante, uma saudade, tantas emoções e um nostálgico sentimento que habita em meu coração.
E por falar... me bateu uma saudadona... daqueles amigos queridos, das conversas jogadas fora... rsrsrrs do tempo em que eu ainda brincava na rua de amarelinha, tbém qdo eu e meus dois irmãos mais velhos fujíamos de nossos pais para brincar rapidinho na mesma rua com nossos amigos... reuníamos uma turma boa e tinha que ser rápido... só acontecia qdo nossos pais saíam... kkkkk pq não podíamos ir aos vizinhos, acho que isso tornava melhor ainda...kkkkkkkk ô saudade boa essa e não volta mais... momentos que marcaram a vida Ni.